DISPONÍVEL EM 68 LÍNGUAS / SELECIONE SEU IDIOMA


AVAILABLE IN 68 LANGUAGES / SELECT YOUR LANGUAGE

Manchetes
Capa » CRÍTICA LITERÁRIA » UBE – União Brasileira de Escritores

UBE – União Brasileira de Escritores

O romancista, dramaturgo, roteirista e sociólogo brasileiro, Ruy Câmara, nasceu em Recife e viveu a infância em Fortaleza, estado do Ceará. Formado em tecnologia mecânica, cursou engenharia operacional e mecânica, estudou filosofia e antropologia como autodidata, bacharelou-se em sociologia e especializou-se em dramaturgia para teatro, cinema e televisão.
Antes de entregar-se à literatura, Ruy Câmara exerceu os mais diversos ofícios: instrutor mecânico, técnico em lubrificação de navios, locomotivas e máquinas de terraplenagem; agente exportador na América do Sul, América Central, Caribe, Estados Unidos; e diretor de empresas multinacionais.
Após as diversas viagens que empreendeu pelo mundo e de haver assimilado diversas culturas, em 1992, Ruy Câmara reuniu a família e anunciou que abdicaria definitivamente de uma promissora carreira empresarial para se dedicar exclusivamente à literatura.
Decorridos 11 anos de intensa concentração literária, sempre em convivência com autores e obras, em 2003 Ruy Câmara surpreendeu os núcleos intelectuais do Brasil com uma obra que o ocupou durante 3 anos de pesquisas e mais 4 de escrituras.
“Cantos de Outono, o romance da vida de Lautréamont” é seu romance de estreia na literatura, laureado como “1º finalista do “Prêmio Jabuti 2004”, pela Câmara Brasileira do Livro; vencedor do “Prêmio Ficção 2004” pela Academia Brasileira de Letras, e ganhador do Prêmio de Melhor Romance Traduzido em 2009, pela Asociatiei Scritorilor din Bucaresti.
O autor vive entre Fortaleza e New York, e sua obra, apontada pela crítica internacional como um clássico contemporâneo, foi traduzida, publicada e encontra-se disponível para os leitores de 60 países.

Contato: ruycamara@uol.com.br
Site Oficial: www.ruycamara.com.br

Títulos

Cantos de Outono – o romance da Vida de Lautréamont

Cantos de Otoño – Novela de la Vida de Lautréamont

Cântece de Toamnã – Romanul Vietii lui Lautréamont

The Last Songs Of Autumn – The Shadowy Story of the Mysteriou Count of Lautréamont

Les Derniers Chats d’Áutumne – La Vie Mystérieuse et Sombre du Comte de Lautréamont

Herbstgesänge – Roman über das Leben von Lautréamont

Prêmios

Ficção – Melhor Romance de 2004 – pela Academia Brasileira de Letras
Finalista do Prêmio Jabuti 2004 – pela Câmara Brasileira do Livro
Tradução 2009 – pela Asociatiei Scritorilor din Bucaresti

Resumo da Crítica

Cantos de Otoño ya se puede considerar una de las principales novelas que han aparecido en este Nuevo siglo. Un libro extraordinariamente bien escrito, estéticamente perfecto, que puede ser apreciado y comprendidopor todas las generaciones.
(Continente Magazine)

Es una novela monumental, aterradora y conmovedora, que merece ser leída y releída sin prisa.
(Ziarul Financial Magazine)

“Cantos de Otoño” es un libro inquietante y original. En estas páginas, Ruy Câmara narra la historia de un joven poeta latino americano que hace una literatura y una vida vanguardista en Europa cien años antes del Boom. El autor brasileño se sumerge espontáneamente en la vida del Conde de Lautréamont sin que la erudición le pese a la poesía. ¡Bendito Ruy Câmara que nos hace tan cercano a un maldito genial!
(António Skármeta)

Eis uma obra genialmente bem escrita, esteticamente perfeita, que pode ser apreciada por todas as gerações, em todas as línguas e países do planeta.
(Revista Continente)

Les derniers chants d’automne vaccinent la littérature de la banalité.
(Revue Culture-Roumanie)

The Twenty-First Century has yet to produce anything that can be compared to this prodigious novel that we have in our hands. (Ivan Junqueira – President of the Brazilian Academy of Letters)

Cantos de Outono é um romance monumental, aterrador e comovente. Nos dois últimos séculos, grandes nomes da literatura universal intentaram, em vão, reconstituir a enigmática trajetória do poeta e escritor Isidore Ducasse, o Conde de Lautréamont (1846-1870), mas quem conseguiu penetrar nos abismos do seu universo e desvelou um antiuniverso obscuro, descontínuo e não menos trágico que a realidade, foi o romancista brasileiro Ruy Câmara, que estreia neste início de século como que determinado a inspirar as gerações futuras de autores ficcionistas.
(Gerardo Mello Mourão – Poeta)

Relendo agora a obra de Ruy Câmara, porque o meu primeiro contato foi com o original, continuo tanto ou mais pasmo do que fiquei no primeiro momento. Pasmo porque a vida misteriosa do poeta Ducasse foi reinventada com uma pertinência extraordinária. O livro fascina porque Ruy Câmara não apenas resgata uma existência que se achava perdida, mas resgata também o pensamento de uma época e, sobretudo, o pensamento de um autor genial. A tudo isso Ruy Câmara confere uma veracidade romanesca espantosa sobre um autor do qual todo o século XX se tornou tributário. Na contracapa do livro o nosso Gerardo Mello Mourão, com toda pertinência, diz que se trata de um livro monumental, aterrador e comovente. É a mais pura verdade. E pelo que me consta, na Europa, nas Américas, na Ásia ou em qualquer outro continente, nunca se produziu nada sobre Lautréamont que sequer possa ser de longe comparado a este romance prodigioso e sedutor que temos em mãos. Cantos de Outono é o romance fadado a se tornar um clássico da literatura contemporânea, porque, muito mais do que qualquer historiador, do que qualquer autor ou crítico literário europeu, Ruy Câmara nos dá de Lautréamont essa visão de realidade, essa visão tangível, essa visão extremante palpável, e eu diria mesmo, abissal.
(Ivan Junqueira, presidente da Academia Brasileira de Letras)

As a university professor (CUNY) I have often referred my students to biographies of outstanding personalities. Through biography the student learns about others while enhancing knowledge about himself. Reading novels and biography is an essential adjunct to understanding human psychology. It is no wonder that Ruy Camara, Brazil’s most prominent literary novelist, was awarded the prestigious Prize of Fiction for the best novel of 2004, by the Brazilian Letters Academy for his work, “The Last Songs of Autumn.” Dealing with the life of Isadore-Lucien Ducasse, who adopted the pseudonym of Count of Lautreamont, Camara delves deeply into this mysterious and impenetrable poet, lending insight into an extraordinary life. I was immediately captured and thoroughly engrossed by the opening chapters of this remarkable literary achievement, and remained so to the vary last pages. While others have attempted to portray the enigmatic Ducasse, only Camara has successfully illuminated our understanding of the poet. In reading this biographical novel you will be rewarded with an unforgettable literary experience!
(Ed.D. Dr. James Schiavone, is professor emeritus of developmental skills at the City University of New York)

THE LAST SONGS OF AUTUMN is a novel populated by troubled, conflicted, and all-to-human characters. Author Câmara has written a literary masterpiece that speaks to an international audience about the best and the worst in human nature. Mixing a fine balance between literature, history, and human drama, Ruy Câmara offers up a wholly original and breathtaking story that will please lovers of Universal literature, as well as readers of historical and epic, or saga fiction. Written in poetic, visual, and mesmerizing prose, readers will find much that will captivate, titillate, and invigorate the imagination. Author Câmara has written a novel that transcends geography to embrace universal human truths. This is a must read for universal literature buffs, or for anyone who loves a great story well told.
(Jeremy Adson, Amazon.com – USA)

In this imaginative biography, Ruy Câmara manages to recreate one of the strangest personalities of all world literature, Isidore Ducasse, the Count of Lautréamont, unanimously considered to be the great precursor of surrealism.
(Ivo Barroso, O Estado de São Paulo)

Sobre masterwrite

Deixe uma resposta