DISPONÍVEL EM 68 LÍNGUAS / SELECIONE SEU IDIOMA


AVAILABLE IN 68 LANGUAGES / SELECT YOUR LANGUAGE

Manchetes
Capa » CENÁRIOS » RDA – República Democrática Alemã

RDA – República Democrática Alemã

A Alemanha Oriental ou Alemanha Socialista, oficialmente República Democrática Alemã (RDA) (em alemão: Deutsche Demokratische RepublikDDR), foi um Estado criado em 1949 no território da zona de ocupação soviética, uma das zonas ocupadas pelos Aliados na Alemanha após a Segunda Guerra Mundial, quando o território alemão foi dividido entre os Estados Unidos, Reino Unido, França e União Soviética. Na zona soviética foi criada a RDA e a junção dos três aliados deu origem à República Federal da Alemanha (RFA), ou Alemanha Ocidental. A RDA foi proclamada em Berlim Oriental no dia 7 de outubro de 1949.

Em Junho de 1953, após a morte de Stalin, iniciou-se uma violenta repressão na Alemanha Oriental e havia 1 agente de repressão (para cada 60 moradores. Este fato fez com que cerca de três milhões de habitantes da Alemanha Oriental fugissem para a Alemanha Ocidental.

A RDA foi declarada totalmente soberana em 1954. Tropas soviéticas ocuparam o território oriental da Alemanha com base nos acordos de Potsdam, para contrabalançar a presença militar dos Estados Unidos na República Federal Alemã durante a Guerra Fria. A RDA foi um membro do Pacto de Varsóvia.

A capital da Alemanha Oriental manteve-se em Berlim Oriental, enquanto que a capital da RFA foi transferida para Bona. No entanto, Berlim foi também dividida em Berlim Ocidental e Berlim Oriental, com a parte ocidental controlada pela RFA, apesar de a cidade estar totalmente situada em território da RDA. Esta divisão foi reforçada pela construção do muro de Berlim em 1961, e que esteve de pé até 1989. 

Naquele ano a STASI empregava 90 mil agentes e mantinha 175 mil informantes para monitorar 17 milhões de habitantes. Ou seja, havia um espião para cada 63 habitantes.

Em 3 de Outubro de 1990 ocorreu a reunificação da Alemanha. A população da RDA votou esmagadoramente a favor de um retorno à tradicional estruturação do seu território em Länder e à integração destes “Estados” na República Federal da Alemanha, com a dissolução do governo central da Alemanha oriental. A pequena minoria contrária à reunificação submeteu-se à decisão da maioria.

Sobre Ruy Câmara

Deixe uma resposta