DISPONÍVEL EM 68 LÍNGUAS / SELECIONE SEU IDIOMA


AVAILABLE IN 68 LANGUAGES / SELECT YOUR LANGUAGE

Manchetes
Capa » DEPOSITÁRIO INFIEL

DEPOSITÁRIO INFIEL

Refiro-me ao tempo como algo perene,

viajo no passado como algo inalcançável,

tento em vão adivinhar o futuro iminente

e não antevejo nada, além do imaginável.

 

Dizem que não estou no presente!

Em que tempo mesmo estou,

se a mentira histórica é mais resistente

e se o passado por mim já passou?

 

O futuro é apenas um tempo imaginado

depositário infiel e coveiro do passado

ou talvez uma corda ali dependurada

atada ao pescoço da jovem enforcada.

 

Isso me leva a descrer de quase tudo,

da vida, da corda, da eternidade,

e dessa metáfora que me deixa sufocado.

________

Ruy Câmara

Fortaleza, 10.06.1995.